danielbiologo2

Just another WordPress.com site

“Assassinos” em potencial soltos e impunes!

with 3 comments

Meu domingo não saiu como planejado. Meu plano era sair cedo, ir até São José assistir a largada da prova “Caminhos da Fé” promovida pela ACORSJ/Trilhasbr, ver a galera e pedalar um pouco por lá, depois caçar um almoço pelo caminho e depois ir até a base aérea ver a esquadrilha da Fumaça.

O que aconteceu?

Acordei 4h, preparei meu veículo, comi um pão e tomei um café, 5;30 estava na SC 406, chegando na Osni Ortiga na Lagoa da Conceição…de repente escuto motores com o giro lá em cima, grudei na faixa branca e comecei a andar em cima dos tachões (não existe acostamento na maior parte das vias de Floripa). O ronco dos motores aumentaram em segundos, passaram ao meu lado dois carros em altíssima velocidade, lado a lado, um na contramão, parecia um racha ou uma disputa de “masculinidade motorizada”. Senti o deslocamento do ar, e definitivamente me assutou, só o vento me desquilibrou, fui para o inexistente acostamento, esburacado e cheio de areia fofa, se estivesse de speed seria um tombo na certa. Assumo sem vergonha, fiquei com medo, não acreditei como ambos os carros desapareceram tão rápido, demonstrando a absurda velocidade que estavam andando nas vias urbanas,
Depois ocorrem os sinistros de trânsito e insistimos em chamar de acidente!

Voltei para casa, ainda escuro, desisiti de continuar, estava assustado de verdade e pensando;
Acho que vou ler no jornal que ocorreu um “acidente” envolvendo dois carros que disputavam um racha, e os motoristas embriagados foram salvos pelos air-bags, mas oito jovens que aguardavam no ponto de ônibus, foram atingidos. Três morreram na hora, cinco estão em estado grave no hospital.
-Os motoristas foram liberados após pagar uma mixaria de fiança e se recusaram a fazer teste do bafômetro.
A Polícia “suspeita”, que estavam embriagados pois foram encontrados nos carros, vasilhames vazios de bebida alcoólica.

(texto em marrom itálico fictício baseado em noticias reais veículadas quase todos os dias nos periódicos de Santa Catarina)

Após ficar em casa, arrumando e fazendo faxina (não sou bom nisso), lá pelo meio dia resolvi sair para espairecer um pouco. Fui até o centrinho da Lagoa, onde fiquei pedalando e conversando com diversos amigos que ia encontrando no caminho.
Fui até a Joaquina, pensei em dar uma caminhada na praia, mas não quis levar a Bicicleta para não encher a mesma com areia da praia. Fiquei por uns dez minutoa olhando as ondas, para em seguida retornar.
Na Av. das Rendeiras toda congestionada pelo excesso de carros, eu passava quase livre, se não fosse uma parcela de MALtoristas que não sabem ocupar o espaço devido na rua. Nesta via enquanto passava quase fui atingido por uma guria que falava ao celular e veio para o lado, se eu não dou um grito seria bem provável que ela atingisse o carro na outra faixa! Parei ao seu lado pois nem tinha como passar e dise para ela;
-Nada justifica isso, não deves dirigir e falar ao celular, vistes que quase cometes um sinistro de trânsito? Ela meio assustada, deu um sorriso amarelo e depositou o celular no console central do seu carro.

Voltei para o centrinho da lagoa, fui até a Ponta das Almas, ver a galera do Kite-surf e depois fui até a Igreja da Lagoa, dei mais umas pedaladas e retornei pela rua Osni Ortiga, desta vez sem problemas apesar que muitos motoristas ignoram o bom senso e o CTB, ultrapassando sempre em velocidade e muito perto do meu veículo.

Parei na padaria para um lanche/janta, não pedalei o planejado mas, pedalei um pouco, 30Km, pela lagoa da Conceição, e assim passou mais um domingo!


Como diria meu amigo Audálio; -PEDALEI !!!

Anúncios

Written by danielbiologo2

outubro 14, 2012 às 11:47 pm

Publicado em Pedalando por aí...

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Daniel, já desisti de pedalar nas manhãs de domingo, os bêbados e drogados estão a mil. Só saio de casa perto das 10, infelizmente. O pior é termos que aguentar artigos como aquele do dc.

    egon koerner

    outubro 16, 2012 at 10:13 am

    • Pois é meu amigo, dessa vez fiquei bem assustado a velocidade era absurda, com certeza muito mais de que 120km/h….
      Depois ocorrem os sinistros e culpamos a pista, a curva, o clima e até a Prefeitura, mas mesmo assim insistimos em chamar de acidente algo causado pela imprudência e irresponsabilidade.
      Não foi acidente, foi de propósito! Temos que acabar com a impunidade que estimula estes comportamentos, multar para educar!
      CicloAbraços….

      danielbiologo2

      outubro 16, 2012 at 2:06 pm

  2. Ola Daniel. Vc é presidente do movimento que está utilizando as bikes fantasma? bom, li uma materia no clic rbs falando que foi encontrada a mulher que roubou a bike fantasma do santa monica e que estao procuranod uma bike pra dar pra ela…se for vc, favor entrar em contato no tttonello@yahoo.com, Thayrone. Abraço

    Thayrone

    novembro 6, 2012 at 12:56 am


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: