danielbiologo2

Just another WordPress.com site

Por que protestar de bicicleta pelado/a

with one comment

publicada

 Não ia me incomodar em responder ou explicar para cada pessoa que, com um  comentário maldoso, condenou ou julgou os/as ciclistas que no sábado, tiraram  as roupas, pintaram os corpos, e foram pedalar por mais segurança, mais  atenção, mais paciência no trânsito.
 Parti do pressuposto de que, quem critica, lê, busca informações, faz pesquisas, e  por fim, critica e dá uma sugestão, e mais, toma alguma atitude para tornar as  coisas melhores.
 Comentários, críticas, diferentes tipos de opiniões são sempre possíveis, são  saudáveis quando não agridem homens e mulheres, são importantes para  refletir sobre novos modos, novas atitudes, novos conceitos e possibilidades.  Todos tem o direito de falar o que quiser, sem dúvida, mas se informem antes,    por favor.
 Pois então meus caros e caras, para quem só bastou chamar de putas as  mulheres que mostraram os seios, e chamar de tantos outros nomes os homens  que se despiram e pedalaram sob suas bicicletas, explico, carinhosamente, por  quê dessa atitude.
Todo ano, milhares de pessoas morrem em decorrência de acidentes de trânsito envolvendo automóveis, todos os dias, um ciclista é desrespeitado/a, atropelado/a e morto/a. Deve ter alguma coisa de errado. Bicicleta é o meio de transporte mais limpo, mais econômico, menos barulhento, agressivo, e mais seguro do que qualquer outro. Por que tantas mortes? Por que tantos ciclistas sendo vítimas da alta velocidade e desrespeito/a por parte de motoristas?
Sou ciclista, meus amigos/as são ciclistas, muitas pessoas podem ser ciclistas, e precisamos urgentemente que mudanças ocorram no estilo de vida nas cidades, já entulhadas de carros, de poluição, barulho e violências de todos os tipos.
Protestar pelado/a é uma forma de chamar a atenção, é mostrar o quanto estamos desprotegidos frente uma sociedade habituada com o estresse e a pressa, é nos fazermos ver, agitar, mexer, perturbar quem não quer nos enxergar nos cantos das ruas. E eu te digo, é menos perturbador um ciclista pelado/a do que um atropelado/a…
Não se preocupem, pedalamos pelados/as só um dia do ano, os outros 364 estamos com roupas, refletivos, capacetes, luzes, luvas, e quando nos vir, reduza a velocidade, respeite, cuide, tenha paciência. Seja amigo/a de um/a ciclista, seja um/a também.
Agora, para quem mesmo assim continua achando que tudo não passou de uma putaria (como ouvi pessoas dizendo) uma bagunça despropositada, faço mais um convite – carinhoso também: se informe, ame seu corpo, ame sua cidade, pare de só criticar e tome atitude e coragem, e tente mudar alguma coisa que você acredita para melhor. Depois vem andar de bicicleta comigo, e me conta se foi fácil.

Texto de Gabriela Grimm, publicado no Facebook do Bicicletada Floripa em 11/03/2013.

Anúncios

Written by danielbiologo2

março 13, 2013 às 10:22 pm

Publicado em Uncategorized

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] celebrando o corpo e expondo o corpo, para demonstrar a fragilidade diante dos pára-choques  (Porque “protestar” pelado?) […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: